Categoria: Homens x Mulheres


Estou cansada de ficar sozinha, como reagir?

Estou cansada de ficar sozinha, como reagir?

A solidão é uma constante na vida de muitas pessoas, nos dias atuais este problema tem se agravado, e é bem provável que o número de pessoas solitárias cresça ainda mais. A sociedade moderna não permite que as famílias sobrevivam juntas como no passado, em que primos, tios avós e irmãos viviam e trabalhavam juntas se encontrando quase que diariamente em comunidades rurais. O modo de vida atual fez com que jovens solteiros fossem obrigados a viver longe de seus familiares por razões diversas como estudo, a carreira e outras necessidades.

Para muitas mulheres, principalmente aquelas que não têm filhos, a convivência com o marido ou namorado é essencial para que não se tornem totalmente sozinhas na multidão das grandes cidades. Quando terminam um casamento ou namoro se sentem muito solitárias e carentes e em muitos casos não tem o famoso ombro amigo para chorar a dor da perda. As mulheres principalmente costumam se sentir muito desamparadas com o fim do relacionamento amoroso e demoram mais tempo para se recuperar que a maioria dos homens.

Ninguém inicia namoro ou casamento pensando em terminar um dia. Quando termina, o chão some e a tendência é achar que nunca vai conseguir fazer com que alguém te ame novamente. No momento a cabeça é tomada por questionamentos. “Onde foi que errei?”, “Por que ele não gosta mais de mim?”, “O que aconteceu com a minha capacidade de superar os problemas”?

È inevitável que os romances terminem contra o que não se pode fazer nada, isto posto, também se torna inevitável a dor da separação, porém algumas atitudes que podem ser adotadas, principalmente antes do fim do namoro ou casamento diz respeito à forma com que essa mulher conduz sua vida social. As mulheres que mais sofrem por uma separação são exatamente aquelas que tinham uma dedicação quase que exclusiva aos seus maridos ou namorados. Se tornar totalmente dependente do seu parceiro torna muito mais difícil a superação dos traumas da separação. Por isso é preferível que você, na medida do possível tenha uma vida social mais rica e não se limite somente a vida conjugal.

É difícil aceitar que seu namorado ou marido já não quer mais ficar com você. Diante disso, a auto-estima vai por terra e você se sente desinteressante e pouco atraente. Uma série de pensamentos negativos toma conta do seu mundo e é necessário ter cuidado para não se humilhar demais ou transformar a mágoa em rancor. Por mais que haja mágoa na separação do casal é preferível manter a amizade a serem inimigos, vocês terminaram um romance e não a amizade.
O medo é outro sentimento que quase sempre está presente na etapa seguinte a separação. Ele pode variar de pessoa para pessoa, mas sempre estará presente. Todas as suas certezas viram dúvidas e isso assusta. Medo de não conseguir a felicidade novamente, ficar sem conseguir ninguém para sempre, reconstruir a vida financeira sem ninguém. . Esse sentimento vem quando a pessoa que você amava ou ama achou por bem partir para outra. Tristeza, acessos de ciúme e comparação com um eventual novo do ser parceiro vão aparecer. É a constatação de que sua relação acabou e que você agora terá de ser forte.
Para aceitar essa nova realidade será preciso coragem e vontade de querer ser feliz novamente. Você sentirá medo e que algo está fora do lugar. Diante dessa situação, procure manter por perto pessoas queridas e que lhe fazem bem nos momentos de solidão. Não desanime diante das dificuldades e lembre-se que o tempo está a seu favor, a tendência é que as coisas melhorarão e você certamente voltará a sorrir brevemente assumindo uma postura de quem pode ter perdido uma batalha, mas não perdeu a guerra e não será derrotada facilmente.


Por: Pedro Cabalero



Comentários

, em

   

Insira seu Comentário aqui:

        Nome:    

    Mensagem:
                       

CAPTCHA

Digite as letras da imagem: